MENSAGENS


DEUS CUMPRE A SUA PALAVRA

Estudo para os 12


“Disse-me o Senhor: Viste bem, porque eu veio sobre a minha Palavra  para a cumprir” (Jr. 1.12)

INTRODUO


Quando Deus fala, na Bblia, Ele est estabelecendo princpios. Quando o Senhor diz que abenoa a quem obedece a SUA PALAVRA, e castiga a quem desobedece. Ele est atento, observando a atitude de cada ser humano. Quem obedece, abenoado, e quem desobedece amaldioado, porque o SENHOR vela sobre a SUA PALAVRA para cumpri-la.


 1 . Cabe a cada pessoa, e em especial o crente, e mais ainda se for lder, por ter maior responsabilidade, e porque o lder exerce influncia sobre os liderados, os quais tem tendncia natural de ter no seu lder um modelo a seguir, a observar sempre os princpios da PALAVRA, se segui-los, para ser abenoado, e no amaldioado.

2 . H uma tendncia no ser humano, em geral, de ignorar os princpios estabelecidos por DEUS, e tomar atitudes prprias, seja falando ou fazendo as coisas, sem consultar a Palavra de Deus, que a Bblia Sagrada, onde esto todos os princpios, e quando vm as consequncias, o homem fica desapontado, perguntando o que foi que fez, para merecer tal castigo.

3 . No existe nem um crente autnomo, para falar ou fazer qualquer coisa, sem consultar a Bblia e a DEUS, diretamente, em orao. A Bblia para tomar conhecimento dos princpios, e a Deus para se orientar sobre como fazer as coisas; que  podem ser seculares, como espirituais e ou ministeriais.

4 . O crente espiritual, verdadeiramente cristo, que tem compromisso com Cristo, que sente a sua total dependncia de DEUS, sente-se honrado em obedecer a PALAVRA DE DEUS; e sente-se triste e arrependido, quando desobedece a Palavra de Deus.

5 . triste quando um crente peca contra Deus, porm mais triste ainda quando ele peca e no sente tristeza por isso. Se no sente tristeza, no se arrepende,  se no se arrepende, no tem perdo de DEUS.

6 . O verdadeiro cristo est sempre atento a tudo que diz a PALAVRA DE DEUS, para seguir aos seus princpios, e assim agradar o corao de Deus, e ser prspero em tudo que faz.

7 . Dentro deste contexto, impressionante quando observamos a trajetria de vida de Jos no Egito, que viveu numa poca em que no havia nada dos princpios da Palavra de Deus por escrito. Tudo que o homem ouvia de Deus era atravs da Palavra Rhema. DEUS falava com Jos atravs de sonhos, e lhe dava interpretaes de sonhos de outras pessoas. Quando DEUS queria anunciar os seus planos e tambm orientar sobre como agir, para cumprir os seus propsitos, em beneficio do homem. Jos no perdia o foco da revelao de DEUS na sua vida. Em todo tempo ele estava esperando o cumprimento da PALAVRA DE DEUS, revelada atravs de sonhos. Jos aprendeu logo cedo a preservar a sua integridade moral, a temer a DEUS, a confiar totalmente no SENHOR e andar na direo de DEUS.

8 . O texto de (Gnesis 39:2) - E o SENHOR estava com Jos, e foi homem prspero; e estava na casa de seu SENHOR egpcio.
 Diz que o Senhor estava com Jos. E foi um homem prspero. Jos foi prspero na Casa de Potifar, quando trabalhava como escravo, ao ponto de achar graa diante de Potifar, e merecer total confiana do seu senhor.  Potifar no sabia nada do que estava na mo de Jos, a no ser o po que comia e no lhe pedia relatrio de nada, porque via em Jos um homem de total confiana, pela lisura do seu carter.  (Gnesis 39:6) - E deixou tudo o que tinha na mo de Jos, de maneira que nada sabia do que estava com ele, a no ser do po que comia. E Jos era formoso de porte, e de semblante.  E por causa desta conduta de Jos, adotada por uma questo de temor a DEUS, e por preservar a formao de casa, o SENHOR era com ele, e o fazia prosperar em tudo que fazia. Jos prosperou em tudo na casa de Potifar e prosperou em tudo na cadeia, quando prisioneiro. “O SENHOR, porm, estava com Jos, e estendeu sobre ele a sua benignidade, e deu-lhe graa aos olhos do carcereiro-mor. E o carcereiro-mor entregou na mo de Jos todos os presos que estavam na casa do crcere, e ele ordenava tudo o que se fazia ali. E o carcereiro-mor no teve cuidado de nenhuma coisa que estava na mo dele, porquanto o SENHOR estava com ele, e tudo o que fazia o SENHOR prosperava” (Gnesis 39:21-23)

9 . Por que o Senhor era sempre com Jos, fazendo com que achasse tanta graa diante dos chefes, tanto na condio de escravo, como de prisioneiro, situaes to humilhantes, fazendo-o prosperar tanto em tudo que fazia? Porque Jos era temente a DEUS, tinha um carter firme a toda prova. Jos confiava que o SENHOR era com ele, e que iria cumprir as promessas feitas a ele atravs de sonhos, mesmo sem saber quando e nem como. Jos era fiel ao DEUS do cu, mesmo em momentos como aquele quando ele estava s, ao lado da mulher de Potifar, sendo tentado por ela por dias e dias. Jos aprendeu direto com DEUS a contornar todos os seus traumas emocionais, causados por seus irmos e pela mulher de Potifar.

10 . O segredo era um s: Ele era temente a DEUS, obedecia a DEUS, ele tinha um carter ilibado, e por isso o Senhor o amava e o fazia prosperar em tudo.

11 . A fidelidade do homem a DEUS atrai as bnos de DEUS e a infidelidade atrai maldio.

Observem Dt 28.


Os VV 1 -14, ”  falam das bnos decorrentes da obedincia; “E ser que, se ouvires a voz do SENHOR teu Deus, tendo cuidado de guardar todos os seus mandamentos que eu hoje te ordeno, o SENHOR teu Deus te exaltar sobre todas as naes da terra”. E todas estas bnos viro sobre ti e te alcanaro, quando ouvires a voz do SENHOR teu DEUS; Bendito ser na cidade, e bendito sers no campo. Bendito o fruto do teu ventre, e o fruto da tua terra, e o fruto dos teus animais; e as crias das tuas vacas e das tuas ovelhas. Bendito o teu cesto e a tua amassadeira. Bendito ser ao entrares, e bendito sers ao sares. O SENHOR entregar feridos diante de ti, os teus inimigos, que se levantarem contra ti; por um caminho sairo contra ti, mas por sete caminhos fugiro da tua presena. O SENHOR mandar que a bno esteja contigo nos teus celeiros, e em tudo o que puseres a tua mo; e te abenoar na terra que te der o SENHOR teu DEUS. O SENHOR te confirmar para si como povo santo, como te tem jurado, quando guardares os mandamentos do SENHOR teu DEUS, e andares nos seus caminhos. E todos os povos da terra vero que invocado sobre ti o nome do SENHOR, e tero temor de ti. E o SENHOR te dar abundncia de bens no fruto do teu ventre, e no fruto dos teus animais, e no fruto do teu solo, sobre a terra que o SENHOR jurou a teus pais te dar. O SENHOR te abrir o seu bom tesouro, o cu, para dar chuva tua terra no seu tempo, e para abenoar toda a obra das tuas mos; e emprestars as muitas naes, porm tu no tomars emprestado. E o SENHOR te por por cabea, e no por cauda; e s estars em cima, e no debaixo, se obedeceres aos mandamentos do SENHOR teu DEUS, que hoje te ordeno, para guard-los e cumprir. E no te desviars de todas as palavras que hoje te ordeno, nem para a direita nem para a esquerda, andando aps outros deuses, para os servires ” .


Os VV 15 a 68, falam dos castigos da desobedincia  ”Ser, porm, que, se no deres ouvidos voz do SENHOR teu Deus, para no cuidares em cumprir todos os seus mandamentos e os seus estatutos, que hoje te ordeno, ento viro sobre ti todas estas maldies, e te alcanaro:   Maldito sers tu na cidade, e maldito sers no campo. Maldito o teu cesto e a tua amassadeira. Maldito o fruto do teu ventre, e o fruto da tua terra, e as crias das tuas vacas, e das tuas ovelhas. Maldito ser ao entrares, e maldito sers ao sares. O SENHOR mandar sobre ti a maldio; a confuso e a derrota em tudo em que puseres a mo para fazer; at que sejas destrudo, e at que repentinamente pereas, por causa da maldade das tuas obras, pelas quais me deixaste. O SENHOR far pegar em ti a pestilncia, at que te consuma da terra a que passas a possuir. O SENHOR te ferir com a tsica e com a febre, e com a inflamao, e com o calor ardente, e com a secura, e com crestamento e com ferrugem; e te perseguiro at que pereas. E os teus cus, que esto sobre a cabea, sero de bronze; e a terra que est debaixo de ti, ser de ferro. O SENHOR dar por chuva sobre a tua terra, p e poeira; dos cus descer sobre ti, at que pereas. O SENHOR te far cair diante dos teus inimigos; por um caminho sairs contra eles, e por sete caminhos fugirs de diante deles, e sers espalhado por todos os reinos da terra. E o teu cadver servir de comida a todas as aves dos cus, e aos animais da terra; e ningum os espantar. O SENHOR te ferir com as lceras do Egito, com tumores, e com sarna, e com coceira, de que no possas curar-te; O SENHOR te ferir com loucura, e com cegueira, e com pasmo de corao; E apalpars ao meio dia, como o cego apalpa na escurido, e no prosperars nos teus caminhos; porm somente sero oprimidos e roubados todos os dias, e no haver quem te salve. Desposar-te-s com uma mulher, porm outro homem dormir com ela; edificars uma casa, porm no morars nela; plantars uma vinha, porm no aproveitars o seu fruto. O teu boi ser morto aos teus olhos, porm dele no comers; o teu jumento ser roubado diante de ti, e no voltar a ti; as tuas ovelhas sero dadas aos teus inimigos, e no haver quem te salve. Teus filhos e tuas filhas sero dados a outro povo, os teus olhos o vero, e por eles desfalecero todo o dia; porm no haver poder na tua mo. O fruto da tua terra e todo o teu trabalho, comer um povo que nunca conheceste; e tu sers oprimido e quebrantado todos os dias. E enlouquecers com o que vires com os teus olhos. O SENHOR te ferir com lceras malignas nos joelhos e nas pernas, de que no possas sarar, desde a planta do teu p at ao alto da cabea. O SENHOR te levar a ti e a teu rei, que tiveres posto sobre ti, a uma nao que no conheceste, nem tu nem teus pais; e ali servirs a outros deuses, ao pau e pedra. E sers por pasmo, por ditado, e por fbula, entre todos os povos a que o SENHOR te levar. Lanars muita semente ao campo; porm colhers pouco, porque o gafanhoto a consumir. Plantars vinhas, e cultivars; porm no bebers vinho, nem colhers as uvas; porque o bicho as colher. Em todos os termos ters oliveiras; porm no te ungirs com azeite; porque a azeitona cair da tua oliveira. Filhos e filhas geraro; porm no sero para ti; porque iro a cativeiro. Todo o teu arvoredo e o fruto da tua terra consumiro a lagarta. O estrangeiro, que est no meio de ti, se elevar muito sobre ti, e tu mais baixo descers; Ele te emprestar a ti, porm tu no emprestars a ele; ele ser por cabea, e tu sers por cauda. E todas estas maldies viro sobre ti, e te perseguiro, e te alcanaro, at que sejas destrudo; porquanto no ouviste voz do SENHOR teu DEUS, para guardares os seus mandamentos, e os seus estatutos, que te tem ordenado; E sero entre ti por sinal e por maravilha, como tambm entre a tua descendncia para sempre. Porquanto no serviste ao SENHOR teu Deus com alegria e bondade de corao, pela abundncia de tudo. Assim servirs aos teus inimigos, que o SENHOR enviar contra ti, com fome e com sede, e com nudez, e com falta de tudo; e sobre o teu pescoo por um jugo de ferro, at que te tenha destrudo. O SENHOR levantar contra ti uma nao de longe, da extremidade da terra, que voa como a guia, nao cuja lngua no entender; Nao feroz de rosto, que no respeitar o rosto do velho, nem se apiedar do moo; E comer o fruto dos teus animais, e o fruto da tua terra, at que sejas destrudo; e no te deixar gro, mosto, nem azeite, nem crias das tuas vacas, nem das tuas ovelhas, at que te haja consumido; E sitiar-te- em todas as tuas portas, at que venham a cair os teus altos e fortes muros, em que confiavas em toda a tua terra; e te sitiar em todas as tuas portas, em toda a tua terra que te tem dado o SENHOR teu DEUS. E comers o fruto do teu ventre, a carne de teus filhos e de tuas filhas, que te der o SENHOR teu DEUS, no cerco e no aperto com que os teus inimigos te apertaro. Quanto ao homem mais mimoso e delicado no meio de ti, o seu olho ser maligno para com o seu irmo, e para com a mulher do seu regao, e para com os demais de seus filhos que ainda lhe ficarem; De sorte que no dar a nenhum deles da carne de seus filhos, que ele comer; porquanto nada lhe ficou de resto no cerco e no aperto, com que o teu inimigo te apertar em todas as tuas portas. E quanto mulher mais mimosa e delicada no meio de ti, que de mimo e delicadeza nunca tentou pr a planta de seu p sobre a terra, ser maligno o seu olho contra o homem de seu regao, e contra seu filho, e contra sua filha; E isto por causa de suas preas, que sarem dentre os seus ps, e para com os seus filhos que tiver, porque os comer s escondidas pela falta de tudo, no cerco e no aperto, com que o teu inimigo te apertar nas tuas portas. Se no tiveres cuidado de guardar todas as palavras desta lei, que esto escritas neste livro, para temeres este nome glorioso e temvel, O SENHOR TEU DEUS, Ento o SENHOR far espantosas as tuas pragas, e as pragas de tua descendncia, grandes e permanentes pragas, e enfermidades malignas e duradouras; E far tornar sobre ti todos os males do Egito, de que tu tiveste temor, e se apegaro a ti. Tambm o SENHOR far vir sobre ti toda a enfermidade e toda a praga, que no est escrita no livro desta lei, at que sejas destrudo. E ficaro poucos em nmero, em lugar de haverem sido como as estrelas dos cus em multido; porquanto no destes ouvidos voz do SENHOR teu Deus. E ser que, assim como o SENHOR se deleitava em vs, em fazer-vos bem e multiplicar-vos, assim o SENHOR se deleitar em destruir-vos e consumir-vos; e desarraigados sereis da terra a qual passais a possuir. E o SENHOR vos espalhar entre todos os povos, desde uma extremidade da terra at outra; e ali servireis a outros deuses que no conheceste, nem tu nem teus pais; ao pau e pedra. E nem ainda entre estas naes descansars, nem a planta de teu p ter repouso; porquanto o SENHOR ali te dar corao agitado, e desfalecimento de olhos, e desmaio da alma. E a tua vida, como em suspenso, estar diante de ti; e estremecers de noite e de dia, e no crers na tua prpria vida. Pela manh dirs: Ah! Quem me dera ver a noite! E tarde dirs: Ah! Quem me dera ver a manh! Pelo pasmo de teu corao, que sentirs, e pelo que vers com os teus olhos. “E o SENHOR te far voltar ao Egito em navios, pelo caminho de que te tenho dito; nunca jamais o vers; e ali sereis vendidos como escravos e escravas aos vossos inimigos; mas no haver quem vos compre”  So 14 vv falando sobre bnos e 54 vv falando sobre maldies. So princpios pr-estabelecidos. E DEUS vela sobre a sua Palavra para cumpri-la. No adianta o homem dizer que errou porque no sabia, porque DEUS no tem culpado por inocente (xodo 20:7) - No tomars o nome do SENHOR teu Deus em vo; porque o SENHOR no ter por inocente o que tomar o seu nome em vo. DEUS deu por escrito todos os seus mandamentos, e enviou o Esprito Santo para ensinar todas as coisas. Em outras palavras, o homem no faz coisas de forma correta, quando no examina as Escrituras, e quando no ora, pedindo a DEUS a orientao; e se ora, no espera a manifestao de DEUS. Mas DEUS j proveu todos os meios necessrios para o homem se orientar e fazer de forma correta do ponto de vista de DEUS.

12 . Ningum quer ser amaldioado por DEUS, e faz bem. Mas para escapar de maldies, s tem uma alternativa: Obedecer aos princpios doutrinrios da Palavra de DEUS.

13 . A Bblia um livro para ser lido, examinado, estudado, com orao, meditao, com ateno e estudo; a fim do crente crescer, tanto no conhecimento quanto na graa.

“O boi conhece o seu possuidor, e o jumento a manjedoura do seu dono; mas Israel no tem conhecimento, o meu povo no entende”. (Isaas 1:3) -
“Portanto o meu povo ser levado cativo, por falta de entendimento; e os seus nobres tero fome, e a sua multido se secar de sede”. (Isaas 5:13)
“ROGO-VOS, pois, irmos, pela compaixo de Deus, que apresenteis os vossos corpos em sacrifcio vivo, santo e agradvel a Deus, que o vosso culto racional. E no sede conformados com este mundo, mas sede transformada pela renovao do vosso entendimento, para que experimenteis qual seja a boa, agradvel, e perfeita vontade de Deus”. (Romanos 12:1,2).

Concluso Ser atento ao que diz a Palavra de DEUS, e obedecer; sinal de inteligncia, sabedoria, maturidade e temor. ter a aprovao de DEUS em tudo que faz, e ser abenoado por DEUS com bnos sem limites.

Ap. Luiz Pereira Lima

Mensagens Anteriores